MIDI <> PC Adapter - Cabo MIDI

MIDI Cable

Este é um "Cabo MIDI", que permite a conexão entre um instrumento musical com interface MIDI (os dois conectores DIN de 5 pinos) e um PC com porta de joystick (encontrada em algumas placas de som, também conhecida como MPU-401).

Através desse cabo é possível utilizar um instrumento musical em conjunto com um software sintetizador ou sequenciador instalado no PC (como Sonar, Cubase, Encore, Rosegarden e muitos outros).

Este projeto é baseado no "SB MIDI Interface" de Claudio Menin (alfa.lyrae at iol.it), encontrado no site
http://web.tiscalinet.it/enterprise_videotext/itamidi/faq/midi_sb_02.htm (visto em out/2008).

 

Diagrama Esquemático:      [Voltar ao Índice]

Clique aqui para visualizar em formato PDF

(Para salvar ao invés de visualizar, use o botão direito / "Salvar Link [ou Destino] Como..." e escolha a pasta / diretório onde deseja salvar o arquivo).

Schematic

 

Descrição do Funcionamento:      [Voltar ao Índice]

No site do projeto "SB MIDI Interface" de Claudio Menin http://web.tiscalinet.it/enterprise_videotext/itamidi/faq/midi_sb_02.htm, pode ser encontrada uma descrição de funcionamento mais detalhada (em inglês).

Este circuito adapta os níveis de tensão TTL fornecidos pela MPU-401 da porta de joystick do PC para os níveis de corrente usados pelo padrão MIDI (e vice-versa).

O opto-acoplador (U1) é responsável por receber os dados a partir da interface MIDI (MIDI OUT do instrumento musical) e transformá-los em nível TTL para aplicação no pino RXD da porta de joystick. O resistor R1 limita a corrente para acionamento do LED interno de U1 e o diodo D1 protege U1 contra uma possível inversão acidental na polaridade do cabo ou do conector DIN usado neste projeto.

O buffer TTL (U2) é responsável por converter os níveis TTL fornecidos pelo pino TXD da porta de joystick para os níveis de corrente necessários para a interface MIDI (MIDI IN do instrumento musical). Este CI pode ser substituído por qualquer outro que contenha portas lógicas de duas entradas, exceto portas XOR (ou-exclusivo). Pode ser usado então um 74LS08 (sugerido), 74LS00, 74LS32, ou outro semelhante (com compatibilidade de pinos, sem precisar alterar o lay-out da placa). CIs da família TTL standard 74 ou CMOS 74HC / 74HCT também podem ser usados. Os resistores R4 e R5 limitam a corrente na saída de U2 e os capacitores C1 e C2 filtram as saídas contra interferências de RF. As portas lógicas não utilizadas de U2 têm suas entradas interligadas ao VCC.

A alimentação do circuito (5V) é fornecida a partir dos pinos VCC e GND da porta de joystick do PC, e filtrada pelo capacitor C3. Desta forma, não é necessário conectar nenhuma fonte de alimentação externa ao circuito.

 

Lay-out da Placa de Circuito Impresso:      [Voltar ao Índice]

Clique aqui para visualizar em formato PDF

(Para salvar ao invés de visualizar, use o botão direito / "Salvar Link [ou Destino] Como..." e escolha a pasta / diretório onde deseja salvar o arquivo).

Note que no arquivo correspondente ao Layout PCB, está um desenho da placa final (layout + silk, vista do lado dos componentes), um desenho do layout (vista do lado das trilhas) e um desenho do silk screen com a máscara de componentes (vista do lado dos componentes).

Para confeccionar as placas, utilizei o método de transferência térmica citado por Ewaldo L.M. Mehl no site http://www.eletrica.ufpr.br/mehl/pci/poliester.html, mas qualquer outro método poderá ser usado, de acordo com sua preferência.

 

Detalhes da montagem:      [Voltar ao Índice]

Para montar este projeto, utilizei uma pequena caixa plástica para alojar a placa de circuito juntamente com um conector DB-15 macho de 90° para PCB. Desta forma, a caixa é usada como se fosse o corpo do conector DB-15, conectada diretamente ao PC.

Detalhe da placa de circuito impresso montada:

Assembly

Se você preferir, poderá usar um conector DB-15 macho para montagem em cabo - soldado ou "crimpado" -  num cabo de 4 vias:
VCC (pinos 1, 8 e 9); GND (pinos 4 e 5); TXD (pino 12) e RXD (pino 15).

Use um "alojamento" próprio para abrigar o conector. Solde diretamente na placa de circuito impresso (no espaço onde seria colocado o conector J2) a outra ponta do cabo de 4 vias, fazendo a correspondência dos pinos. Com isso, a caixa ficará "pendurada" no meio do cabo adaptador.

Veja a "ilustração" abaixo:

[DB15-PC]----------------------[CAIXA]------------------------[DIN5-MIDI IN]
                                  |
                                  ----------------------------[DIN5-MIDI OUT]

Detalhe da montagem na caixa:

Assembly

O cabo branco visto nas fotos foi retirado de um velho teclado AT para PC's antigos, que já tem o conector DIN de 5 pinos soldado a ele. Eu usei as cores preto e branco para diferenciar os conectores MIDI IN e MIDI OUT. Note que o MIDI IN do cabo adaptador vai ligado ao MIDI OUT do instrumento musical e o MIDI OUT do cabo adaptador vai ligado ao MIDI IN do instrumento musical.

Cuidado ao ligar os cabos aos conectores DIN: eles têm polaridade. Se os pinos RXD e TXD forem invertidos, o adaptador simplesmente não funcionará.
Outro item a ser observado: a malha do cabo deverá ser conectada ao pino 2 do conector DIN e ao GND do circuito SOMENTE NO CONECTOR DO "MIDI OUT" DO ADAPTADOR (o que tem os pinos 4 e 5 interligados aos resistores R4 e R5 no circuito). No conector "MIDI IN", a malha do cabo e o pino 2 deverão ser deixados desconectados.

Abaixo está a pinagem do conector DIN 5 pinos:

MIDI Pinout

 

Download do projeto completo:      [Voltar ao Índice]

Caso prefira fazer o download de um só arquivo contendo o diagrama esquemático, layout da placa de circuito impresso e lista de componentes, use o link abaixo:

Projeto completo do MIDI <> PC Adapter  (arquivo zip, ~305KB).

 

Robson Martins -  out/2008
robson@robsonmartins.com
http://www.robsonmartins.com

 

Os autores dos projetos não se responsabilizam por danos pessoais ou a equipamentos, provocados por mau uso das informações aqui contidas ou por imperícia dos usuários.

Qualquer projeto que envolva componentes eletrônicos deve ser realizado somente por pessoas capacitadas e conscientes dos riscos de segurança envolvidos e de como preveni-los (como choques elétricos, incêndio, explosões, queimaduras, danos a equipamentos, etc.).

As informações aqui descritas são oferecidas sem nenhuma garantia e nem suporte técnico por parte dos autores e fabricantes citados, e devem ser usadas somente para fins educacionais/didáticos, sem nenhum compromisso com aplicações críticas (suporte de vida, por exemplo).

[Voltar ao Índice]