Jesus te Ama!

 Salve-me, Estou me Afogando!

Que a Graça e a Paz de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo estejam contigo!

Voltar ao índice

 

Introdução

A nossa vida é como um barco, que navega por mares que nós desconhecemos. Há momentos em que atravessamos suavemente as águas tranqüilas, em que tudo na nossa vida está dando certo.
Mas as tempestades vêm, e com elas, surge a angústia. As dificuldades parecem nos derrubar do barco e assim naufragamos em alto-mar. O desemprego, a enfermidade, ou mesmo a perda de um ente querido "viram" o nosso barco. Também o pecado nos afasta de Deus, e muitas vezes a vergonha e o medo que sentimos nos deixa à deriva.
Esta breve reflexão nos apresentará o Único que pode nos salvar quando estamos nos afogando e perdendo nossas esperanças.

 

1. Salve-me, os pecados estão me afogando!

João 8:

3 Então os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério; e pondo-a no meio,
4 disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada em flagrante adultério.
5 Ora, Moisés nos ordena na lei que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?
6 Isto diziam eles, tentando-o, para terem de que o acusar. Jesus, porém, inclinando-se, começou a escrever no chão com o dedo.

Neste ponto, não havia o que fazer. A mulher foi pega em pecado, cometendo adultério. A lei era clara quando descrevia que o adultério era um delito passível de pena de morte.

 

Levítico 20:10: "O homem que adulterar com a mulher de outro, sim, aquele que adulterar com a mulher do seu próximo, certamente será morto, tanto o adúltero, como a adúltera."

Jesus certamente não iria contrariar a lei. A mulher estava afogada em seus pecados e não havia maneira de se salvar. Somente restava a ela sentir uma profunda angústia e aguardar a sua própria morte.

 

João 8 (continuação):

7 Mas, como insistissem em perguntar-lhe, (Jesus) ergueu-se e disse-lhes: Aquele dentre vós que está sem pecado seja o primeiro que lhe atire uma pedra.
8 E, tornando a inclinar-se, escrevia na terra.
9 Quando ouviram isto foram saindo um a um, a começar pelos mais velhos, até os últimos; ficou só Jesus, e a mulher ali em pé.
10 Então, erguendo-se Jesus e não vendo a ninguém senão a mulher, perguntou-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?
11 Respondeu ela: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu te condeno; vai-te, e não peques mais.

 

Vai e Não Peques Mais
(Romero Nunes / Banda Alfa & Ômega)

Filho meu, Eu sou teu Deus; Estou contigo.
Te liberto das cadeias da perdição,
Eu te perdôo por seus pecados, vem para os meus braços: Eu te aceito.

Encontrarás a paz que tanto procura,
Te darei das minhas mãos, recebe a cura.

Vai e não peques mais; Eu te dou a minha paz.
E verás a sua vida, se renovar, vai transformar.
No poder do Deus Altíssimo.

 

Jesus não contrariou a lei. Ele não proibiu os escribas e fariseus de apedrejarem aquela mulher. Ele apenas mostrou que existem o perdão e a misericórdia. Apesar da gravidade da situação, Jesus apresenta o perdão que vem de Deus – é o perdão que nos salva da condenação do pecado.

Romanos 8:

31 Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
32 Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como não nos dará também com ele todas as coisas?
33 Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica;
34 Quem os condenará? Cristo Jesus é quem morreu, ou antes quem ressurgiu dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.

 

2. Salve-me, as dificuldades estão me afogando!

Daniel 6:

16 Então o rei deu ordem, e trouxeram Daniel, e o lançaram na cova dos leões. Ora, disse o rei a Daniel: O teu Deus, a quem tu continuamente serves, ele te livrará.
17 E uma pedra foi trazida e posta sobre a boca da cova; e o rei a selou com o seu anel e com o anel dos seus grandes, para que no tocante a Daniel nada se mudasse:
18 Depois o rei se dirigiu para o seu palácio, e passou a noite em jejum; e não foram trazidos à sua presença instrumentos de música, e fugiu dele o sono.
19 Então o rei se levantou ao romper do dia, e foi com pressa à cova dos leões.
20 E, chegando-se à cova, chamou por Daniel com voz triste; e disse o rei a Daniel: Ó Daniel, servo do Deus vivo, dar-se-ia o caso que o teu Deus, a quem tu continuamente serves, tenha podido livrar-te dos leões?

Daniel não iria responder ao chamado do rei. Os leões estavam famintos, certamente o tinham devorado durante a noite. As dificuldades são como leões famintos em nossas vidas: nos colocam em situações das quais não há saída. Daniel estava completamente afogado pelas dificuldades, nem mesmo o rei Dario - arrependido pela assinatura do decreto que condenou Daniel - pôde resgatá-lo dessa situação.

 

Daniel 6 (continuação):

21 Então Daniel falou ao rei: Ó rei, vive para sempre.
22 O meu Deus enviou o seu anjo, e fechou a boca dos leões, e eles não me fizeram mal algum; porque foi achada em mim inocência diante dele; e também diante de ti, ó rei, não tenho cometido delito algum.
23 Então o rei muito se alegrou, e mandou tirar a Daniel da cova. Assim foi tirado Daniel da cova, e não se achou nele lesão alguma, porque ele havia confiado em seu Deus.
24 E o rei deu ordem, e foram trazidos aqueles homens que tinham acusado Daniel, e foram lançados na cova dos leões, eles, seus filhos e suas mulheres; e ainda não tinham chegado ao fundo da cova quando os leões se apoderaram deles, e lhes esmigalharam todos os ossos.
25 Então o rei Dario escreveu a todos os povos, nações e línguas que moram em toda a terra: Paz vos seja multiplicada.
26 Com isto faço um decreto, pelo qual em todo o domínio do meu reino os homens tremam e temam perante o Deus de Daniel; porque ele é o Deus vivo, e permanece para sempre; e o seu reino nunca será destruído; o seu domínio durará até o fim.
27 Ele livra e salva, e opera sinais e maravilhas no céu e na terra; foi ele quem livrou Daniel do poder dos leões.

Daniel foi salvo pelo imenso amor de Deus. Jesus Cristo nos amou quando morreu na cruz para a purificação dos nossos pecados.
Cristo nos ama a cada dia: Ele estende a sua mão e nos retira da água quando estamos prestes a submergir.

Mateus 14:

29 Disse-lhe ele (Jesus): Vem.
     Pedro, descendo do barco, e andando sobre as águas, foi ao encontro de Jesus.
30 Mas, sentindo o vento, teve medo; e, começando a submergir, clamou: Senhor, salva-me.
31 Imediatamente estendeu Jesus a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste?

Salmos 30:5b: "O choro pode durar uma noite; pela manhã, porém, vem o cântico de júbilo."

 

Romanos 8 (continuação):

35 quem nos separará do amor de Cristo? a tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
36 Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte o dia todo; fomos considerados como ovelhas para o matadouro.
37 Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por aquele que nos amou.
38 Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem principados, nem coisas presentes, nem futuras, nem potestades,
39 nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.

 

Sabor de Mel
(Damares - Composição: Agailton Silva)

O agir de Deus é lindo na vida de quem é fiel.
No começo tem provas amargas, mas no fim tem o sabor do mel.
Eu nunca vi um escolhido sem resposta,
Porque em tudo Deus lhe mostra uma solução.
Até nas cinzas ele clama e Deus atende, lhe protege,
Lhe defende com as suas fortes mãos.
Você é um escolhido e a tua história não acaba aqui.
Você pode estar chorando agora, mas amanhã você irá sorrir.

Deus vai te levantar das cinzas e do pó,
Deus vai cumprir tudo que tem te prometido.
Você vai ver a mão de Deus te exaltar,
Quem te vê há de falar: "Ele é mesmo escolhido".

Vão dizer que você nasceu pra vencer.
Que já sabiam porque você tinha mesmo cara de vencedor.
E que se Deus quer agir ninguém pode impedir,
Então você verá cumprir cada palavra que o Senhor falou,

Quem te viu passar na prova e não te ajudou,
Quando ver você na benção vão se arrepender.
Vai estar entre a platéia e você no palco,
Vai olhar e ver Jesus brilhando em você.
Quem sabe no teu pensamento você vai dizer:
"Meu Deus como vale a pena a gente ser fiel,
Na verdade a minha prova tinha um gosto amargo,
Mas minha vitória hoje tem sabor de mel".

Tem sabor de mel,
Tem sabor de mel.
A minha vitória hoje tem sabor de mel.

 

 

Conclusão

1. Quando o pecado nos submergir, por mais que sintamos vergonha e pareçamos distantes de Deus, devemos pedir socorro ao Único que pode nos perdoar e nos retirar da profundeza das águas: Jesus Cristo, o nosso Salvador.

2. Nós somos mais do que vencedores por Aquele que nos amou. Nem mesmo a tribulação, a angústia, a perseguição, a fome, a nudez, o perigo ou a espada poderão nos separar do Amor de Deus, que está em Cristo Jesus, o nosso Senhor.

 

Hino: 202 - Hinário para o Culto Cristão

ELE É MEU E TEU SENHOR
"O Senhor preserva todos os que o amam" (Salmo 145:20).

1. Se os problemas parecem não ter solução,
Quando as mágoas inundam o teu coração,
Há Alguém que atende a tua oração:
Jesus Cristo, o Mestre e Senhor.

Ele é dono da chuva, do sol e do ar,
É Senhor da alegria, da dor, do chorar;
Ele é dono dos montes, do céu e do mar.
É Senhor das crianças, das preces, dos hinos;
Ele é meu e também teu Senhor.

2. Ele é o caminho, a verdade e a luz;
Abre teu coração e recebe a Jesus.
Tua vida é Cristo que agora conduz,
Pois é Ele teu Mestre e Senhor.

3. Como é bom caminhar nesta luz, nesta paz!
Ele vive pra sempre, Ele me satisfaz.
Eu sou dEle, e a vida que Ele me traz
É segura, pois Ele é Senhor.

 

Robson Martins
Igreja Batista Betânia
10/10/2010

Voltar ao índice